Cultura Gamer no Brasil

Desde a década de 80 os vídeo games no Brasil vêm se tornando popular! Inicialmente os famosos fliperamas que ficavam em salões de jogos, foram os responsáveis por iniciar essa cultura. Jogos em 8bits começaram a conquistar espaço entre a juventude da época, mais tarde nos anos 90 os consoles começaram a ganhar espaço e o que até então tinha que ser jogado fora de casa, começou a ser jogado na própria TV.




Com esse passo, o brasileiro começou a ter mais contato com essa cultura. Mas isso também o afastou um pouco dos jogos, que acabavam jogando dentro das suas residências e dificilmente conseguiam interagir com outras pessoas. Nos anos 2000 isso mudou com a chegada dos jogos online no computador e com o crescimento do poder aquisitivo da Classe C, se tornou cada vez mais fácil ter um computador em casa e na época com internet discada, poucos jogos conseguiam ser jogados pelos jogadores, mas os jogos offline que viam em CDs antigamente, começaram a conquistar seu espaço.

Um passo muito importante para essa cultura foi a chegada da internet na casa das pessoas, a antiga discada, hoje raramente é usada e a banda das conexões melhoraram possibilitando assim os jogadores a realizarem download dos jogos e começaram a jogar no universo do multiplayer (jogadores de jogos de computadores jogando dentro do mesmo jogo ao mesmo tempo) e com isso a palavra “Gamer” apareceu no mercado e seus tipos:

“Gamer casual: O gamer casual é a pessoa que joga games projetados com uma jogabilidade fácil (como Tetris, Snake, etc.) e este não passa muito tempo jogando jogos de computador. Os gêneros que os gamers casuais jogam variam, já que eles não possuem um console específico para jogar os seus jogos.


Hardcore gamer: Uma pessoa que passa a maior parte do seu tempo de lazer jogando, e como consequência do grande tempo passado jogando, muitas vezes no nível difícil ou mais difícil, esses tipos de gamers ficam muito proficientes em jogar os jogos. Há muitos subtipos de Hardcore gamers baseados no estilo do jogo, preferência de jogabilidade, plataforma de hardware, e outras preferências.


Retrogamer: Um gamer que gosta de jogar ou reunir jogos vídeo de determinada safra de eras mais antigas. Os Retrogamers são em parte responsáveis pela popularidade da emulação de videogame. Alguns reúnem velhos jogos de videogame e protótipos, ou estão no negócio de polir novamente velhos jogos, em particular cabine de arcades. Alguns até fazem suas próprias cabines de arcade.


Import gamer: Um gamer que gosta de jogar ou colecionar jogos vídeo produzidos internacionalmente. As importações mais comuns são do Japão, embora alguns gamers europeus e japoneses comprem jogos da América Norte. Dependendo da plataforma de jogo envolvida, esses gamers podem usar dispositivos como modchips, discos de boot, e/ou Gamesharks para passar por cima da proteção de locaute regional no software, embora alguns prefiram comprar consoles importados. Um número desses gamers importam jogos de gêneros que geralmente não são lançados fora do Japão, como simulador de romance ou baseados em anime/manga.


Cyber atleta: Um gamer profissional (muitas vezes abreviado de “pro gamer” ou somente “pro”) que joga jogos por dinheiro. (o termo, esportes eletrônicos, é usado para descrever a jogatina de videogames como um esporte profissional.) Se um cyber atleta é um subtipo de hardcore gamer basicamente depende do grau ao qual um cyber atleta depende financeiramente do rendimento obtido no ato de jogar. Por enquanto, como um cyber atleta depende financeiramente do ato de jogar, o tempo que passou jogando não é mais o tempo de “lazer”.


Gamer regular: O gamer regular é um gamer “normal”, aquela da conotação média, intermediário. Para cair na categorização de gamer, o gamer regular é a pessoa quem têm mais que um interesse passivo em jogos de videogame, e passa aproximadamente 11 horas por semana jogando3 . O gamer regular é composto por muitos outros sub-gêneros de gamers, e por isso têm o interesse no que é mostrado na média (FPS, esportes, rpg, jogos de ação, etc.)


Gamer Hacker: O Gamer Hacker é um jogador que burla as regras dos jogos online,utilizando-se de softwares de terceiros para alterar certas características do jogo, tais como passar de fase mais rápido, cash instantâneo, vida ou mana infinitas, entre diversas outras. O Hacker é considerado o pior tipo de gamer, o qual é sempre insultado por não seguir as regras, sendo banido de alguns jogos online”



(Gamer – Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.)

4 visualizações
  • Facebbok
  • Twitter
  • Youtube

© 2023 by SPIDER